Unidades de Negócio

Anti-inflamatórios Todos os Produtos

Diclofenaco 50
Diclofenaco 50

Potente analgésico, não narcótico, não esteroide, com atividade anti-inflamatória e antipirética, recomendado para todos os casos de dor, febre e/ou inflamação.

Produto Brasileiro
    Aplicações
  • Bovinos
  • Caprinos
  • Ovinos
  • Suínos

Fórmula:
Cada 100 mL contém:
Diclofenaco sódico ........................ 5,00 g
Veículo q.s.p. ..........................100,00 mL

Indicações: 
Diclofenaco 50 é um potente analgésico, não narcótico, não esteroide, com atividade anti-inflamatória e antipirética, recomendado para todos os casos de dor, febre e/ou inflamação.

Modo de uso e dosagens: 
Diclofenaco 50 deve ser administrado pelas vias intramuscular, intravenosa ou subcutânea, na dosagem de 1 mg/kg, ou seja, 1 mL para cada 50 kg de peso corporal, conforme tabela abaixo:

Peso (kg) ......... Dose (mL)
 50 kg ........ 1 mL
100 kg ........ 2 mL
200 kg ........ 4 mL
300 kg ........ 6 mL
400 kg ........ 8 mL
500 kg ........ 10 mL

1 mL a cada 50 kg

Uso em bovinos:
Diarreia dos recém-nascidos: 
1 mL de Diclofenaco 50 para cada 50 kg de peso corpóreo. Geralmente uma única injeção é efetiva.

Na mastite aguda: 
1 mL de Diclofenaco 50 para cada 50 kg de peso corpóreo, por via intravenosa. Continuar o tratamento por 3 a 5 dias.

Desordens músculo-esqueléticas:
1 mL de Diclofenaco 50 para cada 50 kg de peso corpóreo, por via intravenosa ou intramuscular. O tratamento pode ser repetido durante 5 dias consecutivos.

Outras indicações:
Paresia pós-parto (Vaca caída). 
Tratamento auxiliar em infecções agudas, para reduzir a febre e estimular o apetite. 
Tratamento da dor aguda causada por cirurgia e feridas. 

1 mL de Diclofenaco 50 para cada 50 kg de peso corpóreo por dia.

Uso em suínos:

Síndrome Metrite-Mastite-Agalaxia (M.M.A.):
1 mL de Diclofenaco 50 para cada 50 kg de peso corpóreo por dia. O tratamento poderá ser repetido por 3 a 5 dias.

Inflamações do aparelho locomotor: 
- Obedecer às dosagens indicadas para a aplicação do produto. 
- Utilizar agulhas e seringas esterilizadas, observando as boas práticas de assepsia. 
- É importante, durante o tratamento com o diclofenaco, o acompanhamento cuidadoso em animais portadores de sintomas indicativos de distúrbios gastrintestinais, com histórico que sugira ulceração gástrica ou intestinal.

Contraindicações e limitações de uso: 
Não administrar o diclofenaco em animais com ulcerações gástricas e/ou intestinais. 
O diclofenaco é contraindicado para animais que apresentam hipersensibilidade à droga. 
Não administrar o produto a animais com grave problema de disfunção renal.

Apresentação:
Frasco-ampola de vidro âmbar com 50 mL.

Área Técnica

Esqueci a Senha

Quero me cadastrar

Conteúdo exclusivo e muitas novidades, venha fazer parte do nosso mundo.

Fazer Meu Cadastro