Blog Ourofino

Os melhores conteúdos em Saúde Animal

Anemia por Tristeza Parasitária Bovina: Prevenção e tratamento

A doença é decorrente da associação de protozoários, babesias, associados a uma rickettsiose conhecida como anaplasma

Anemia por Tristeza Parasitária Bovina: Prevenção e tratamento

Bovinos

Segunda-feira, 23 de Maio de 2016

Por Ingo Aron Sousa Mello , Médico Veterinário Ourofino Saúde Animal

A anemia nos bovinos pode ser causada por hemoparasitoses (parasitas do sangue) e provoca sinais clínicos como febre, apatia (tristeza ou depressão), fraqueza, anemia, falta de apetite, as mucosas oculares e vulvar hipocoradas (rósea claro, amareladas, ictéricas ou brancas) (FARIAS, 2001; MASSARD, 2016). Bovinos infectados desenvolvem um conjunto de sinais clínicos e por isso a doença também é chamada de síndrome da Tristeza Parasitária Bovina ou TPB. Nos animais adultos é possível identificar e diminuição da produção de leite, atraso no desenvolvimento corporal e reprodutivo. Em alguns casos, a urina pode estar escura e as faces internas dos pavilhões auriculares, ictéricas (amareladas ou alaranjadas). Animais doentes deixam de se alimentar e beber água, resultando em desidratação acentuada, fraqueza generalizada e danos ainda maiores que geralmente levam a morte dos indivíduos mais novos ou mais fracos. A doença é decorrente da associação de protozoários, babesias, associados a uma rickettsiose conhecida como anaplasma (MASSARD & FREIRE, 1985). O carrapato, enquanto se alimenta do sangue dos animais, é o principal transmissor da TPB e por isso seu controle é fundamental para a prevenção desta enfermidade. No caso da anaplasmose, as moscas e outros insetos são também importantes na transmissão (FARIAS, 2001). A anemia por TPB é uma enfermidade muito comum e juntamente com os carrapatos afetam negativamente os rebanhos em todo o Brasil, causando grandes perdas econômicas (MANICA, 2013), sendo considerados fatores limitantes.

Durante três anos (2013 – 2015) realizamos exames clínicos e laboratoriais em 117 bovinos da raça nelore, sendo que 95 destes eram bezerros com idade variando de um dia de vida até seis meses e os demais com idade superior. Para o diagnóstico utilizamos exames laboratoriais como hemograma completo e esfregaço para identificação dos parasitas. A anaplasmose foi mais frequentemente observada nos esfregaços e o hematócrito variando de 12 a 24% nos animais doentes. Os animais adultos, quando clinicamente doentes sempre estiveram mais severamente comprometidos, com prognóstico reservado. Em dias mais quentes ou quando os animais são submetidos a algum tipo de manejo os indivíduos doentes sofrem mais que os sadios e muitas vezes morrem horas depois ou no dia seguinte. Mesmo os animais mais fortes sofrem com a doença, mas adquirem resistência, entretanto o desempenho produtivo sempre será prejudicado devido ao longo período doente.

Bezerro apresentando desidratação e anemia.
Bezerro apresentando desidratação e anemia. O diagnóstico laboratorial confirmou Anaplasma margilane no esfregaço sanguíneo e hemograma com hematócrito em 15%.

O tratamento dos animais acometidos pode ser feito de duas maneiras: para os animais anêmicos que ainda não estão severamente acometidos, recomenda-se o tratamento com Enfrent Ourofino, pois este produto trata e previne a TPB. Os animais clinicamente comprometidos (doentes), quando tratados com Ourotetra Plus LA e Pirofort, associados, apresentam rápida melhora clínica. Em algumas propriedades endêmicas, após uma avaliação clínica criteriosa, podemos utilizar Enfrent nos animais sadios, para prevenção e a associação de Ourotetra Plus e Pirofort no tratamento dos animais clinicamente comprometidos. A utilização de Metacell, Biobac Gel Oral e Fortemil para os animais doentes, torna o prognóstico mais favorável e contribui para uma rápida recuperação dos animais. É fundamental a prática de um programa de controle para carrapatos e moscas na propriedade.

Enfrent; Ourotetra Plus LA; Pirofort; Metacell; Biobac Gel Oral e Fortemil

FARIAS, N. A. Tristeza Parasitária Bovina. In: CORREA, F.R.; SCHILD, A.L.; MÉNDEZ, M.D.C.; LEMOS, R.A A. Doenças de ruminantes e equinos. São Paulo: Livraria Varela, 2001.cap.1. p. 152-158. v. II.
MANICA, S. Tristeza Parasitária Bovina: revisão bibliográfica. 2013.
MASSARD, C. L., et. al. TRISTEZA PARASITÁRIA BOVINA . Disponível em: <http://epec.ourofino.com/cursos/doencas-parasitarias/protozoarios-de-importancia-economica-na-pecuaria/>. Acesso em 02 de maio de 2016.
MASSARD, C. L.; Freire, R. B. Etiologia, manifestações e diagnóstico das babesioses bovinas no Brasil. Hora Vet. 1985;23:53-56.

Compartilhe esta notícia:

Comentários

Anderson

Quarta-feira, 07 de Fevereiro de 2018

De quanto em quanto tempo posso aplicar o medicamento para a prevenção da tristeza?

Ourofino Saúde Animal

Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2018

Olá, Anderson! A utilização de produtos para a profilaxia da tristeza parasitária bovina, como o Enfrent (link.ourofino.com/f46d3), dependerá de fatores como idade e proveniência dos animais, por exemplo, se a área onde eles estão têm risco da doença, se é a primeira vez que os animais serão expostos ou se é uma região de instabilidade enzoótica. Portanto, o protocolo adequado deverá ser indicado pelo médico-veterinário após a avaliação clínica, feita pessoalmente. Para mais informações, converse com o nosso time de especialistas ligando gratuitamente para 0800 941 2000, de segunda a sexta-feira (exceto feridos), das 8h às 17h. Obrigado por acompanhar o nosso blog.

joão batista franco cavalcante

Sábado, 03 de Fevereiro de 2018

Necessito de mais contato com os produtos e pesquisa OUROFINO. Sou m[edico-veterinário. Atua em atendimento compacto, capital e interior. Aguardo mais interação. Bom dia

Ourofino Saúde Animal

Quinta-feira, 08 de Fevereiro de 2018

João, nossa equipe entrará em contato com você para tirar as suas dúvidas. Também estamos à disposição pelo 0800 941 2000. Nossos horários de atendimento são de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h. Obrigado por acompanhar o nosso blog.

Valter Belo

Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Boa tarde! eu possui um boi um outro animal o empurrou ele caiu saltou a par por outro lado uma forte anemia o ataca vocês indicam algum medicamento o veterinario disse o futuro e pouco.

Ourofino Saúde Animal

Quinta-feira, 21 de Dezembro de 2017

Oi, Valter. Para este caso, é necessário que você procure o seu médico-veterinário para avaliar clinicamente o animal. Somente assim você terá o diagnóstico correto e a orientação para o melhor tratamento. Para mais informações, converse com o nosso time de especialistas ligando gratuitamente para 0800 941 2000, de segunda a sexta-feira (exceto feridos), das 8h às 17h. Obrigado.

tiago

Sexta-feira, 08 de Dezembro de 2017

ola bom dia eu tenho uma vaca que criou e seu terneiro morreu e eu arrumei um bezerro holandez e ela aseitol bem ele so que ele ta meio fraquinho oque pode ser sera que e muito leite

Ourofino Saúde Animal

Sexta-feira, 08 de Dezembro de 2017

Oi, Tiago. Para este caso, é necessário que você procure o seu médico-veterinário para avaliar clinicamente o animal. Somente assim você terá o diagnóstico correto e a orientação para o melhor tratamento. Para mais informações, converse com o nosso time de especialistas ligando gratuitamente para 0800 941 2000, de segunda a sexta-feira (exceto feridos), das 8h às 17h. Obrigado por acompanhar o nosso blog.

giovani

Quinta-feira, 30 de Novembro de 2017

Ola pessoal tenho uns bois com problema,e parece fraqueza nao levanta. ele nao pasta ele nao remoe. Oque pode ser?

Ourofino Saúde Animal

Sexta-feira, 01 de Dezembro de 2017

Oi, Giovani. Para este caso, é necessário que você procure o seu médico-veterinário para avaliar clinicamente os animais. Somente assim você terá o diagnóstico correto e a orientação para o melhor tratamento. Para mais informações, converse com o nosso time de especialistas ligando gratuitamente para 0800 941 2000, de segunda a sexta-feira (exceto feridos), das 8h às 17h. Obrigado.

Jailson dantas de araujo

Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

Como tratar um animal com mal triste

Ourofino Saúde Animal

Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

Olá, Jailson! O tratamento dos animais acometidos pela Tristeza Parasitária Bovina pode ser feito de duas maneiras. Para os que ainda não estão severamente acometidos, pode ser utilizado nosso produto Enfrent. Já com os animais que estão clinicamente comprometidos, quando tratados com Ourotetra Plus LA e Pirofort associados, apresentam rápida melhora clínica. Também é recomendada a utilização Biobac Gel Oral e Fortemil como complementares que contribui para a recuperação dos animais. Além disso, é fundamental realizar um programa de controle para carrapatos e moscas na propriedade. Peça a ajuda de um médico-veterinário para o correto diagnóstico dos animais e, se precisar de mais informações sobre os produtos, nosso time de especialistas está à disposição para atendê-lo pelo 0800 941 2000, de segunda a sexta-feira (exceto feridos), das 8h às 17h. Obrigado.

Felipe Pereira Dinalli Martin

Quinta-feira, 14 de Setembro de 2017

Bom dia, estou tendo um problema no sitio que é o óbito de bezerros recém nascidos, eles adoecem em torno de 72 horas de vida entro com tratamento para tristeza pois aparenta todos os sintomas, mas não obtenho sucesso conseguindo salvar em torno de 30% dos bezerros que adoecem. Será possível o bezerro adquirir a tristeza com 3 dias de vida?

Ourofino Saúde Animal

Quinta-feira, 14 de Setembro de 2017

Felipe, é possível que seja realmente tristeza parasitária, no entanto, podem surgir outras doenças provocadas pelo umbigo mal curado. A infeção ascendente poderá comprometer e causar septicemia com prognóstico reservado e rápida evolução. Por isso, é necessário que você consulte um veterinário para examinar os animais pessoalmente em sua propriedade. Obrigado por acompanhar nosso blog.

Fernanda Costa

Terça-feira, 05 de Setembro de 2017

Estamos com o garrote com a barriga e os testículos inchados mas ele come e não defeca. O que devemos fazer?

Ourofino Saúde Animal

Quarta-feira, 06 de Setembro de 2017

Olá, Fernanda! O indicado é que você consulte um veterinário para examinar o animal pessoalmente em sua propriedade. É necessário um exame completo para que você receba as orientações ideais. Também estamos à disposição pelo 0800 941 2000. Nossos horários de atendimento são de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h. Obrigado por acompanhar o nosso blog.

LUCIANO CORDEIRO DA CUNHA

Terça-feira, 18 de Julho de 2017

Muito bom! Recomendo sempre!

Ourofino Saúde Animal

Sexta-feira, 21 de Julho de 2017

Olá, Luciano. Ficamos muito felizes em saber o quanto gosta e acompanha a nossa página.

Almino Jjovani Brum Ramos

Quinta-feira, 09 de Fevereiro de 2017

OLÁ, tudo bem! Na nossa fazenda tiveram vários casos com (morte) esses sintomas mas a medicação não foi essa. Muita infestação de carrapato. Vou tentar essa medicação. Obrigado.

Ourofino Saúde Animal

Sexta-feira, 10 de Fevereiro de 2017

Almino, se precisar de mais informações, estamos à disposição pelo 0800 941 2000. Nossos horários de atendimento são de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h30 às 17h30. Obrigado por acompanhar o nosso blog.

Edvaldo Ferreira da Silva

Sábado, 02 de Julho de 2016

par me e os melhores produtos

Ourofino Saúde Animal

Segunda-feira, 04 de Julho de 2016

Obrigado! =)

sinvaldo de carvalho

Quarta-feira, 22 de Junho de 2016

Tenho alguns animais e um esta apresentano boca cheia de espuma babando não come so toma água o que pode ser

Ourofino Saúde Animal

Quarta-feira, 29 de Junho de 2016

Prezado Sinvaldo, Orientamos que o senhor entre em contato com um médico-veterinário de sua confiança para que atenda o animal e chegue a um diagnóstico/tratamento. Obrigada pelo contato, a Ourofino está a disposição.

Deixe o seu comentário

Confira outros posts

Hipocalcemia: tratamento emergencial

Na produção de leite, o desafio metabólico é um dos maiores, pois a quantidade de energia  e de substrato utilizados é muito grande, além de variável conforme o nível produtivo desejado. Por isso, durante a vida produtiva ...

Confira
Ourofino Saúde Animal

Quimioprofilaxia: a prevenção necessária

A mudança de estação traz novamente uma das maiores preocupações do pecuarista, os carrapatos. Com os parasitas, problemas correlacionados a eles tendem a aparecer de maneira mais evidente, como a Tristeza Parasitaria Bovina (TPB), também conhecida ...

Confira
Ourofino Saúde Animal

Diarreias: diferenças importantes

Na primeira fase de vida dos bovinos, sem dúvida, as diarreias são uma das enfermidades mais comuns e causadoras de muitos prejuízos para o produtor rural. Sendo uma doença multifatorial, devemos classificar diarreias sempre no plural ...

Confira
Ourofino Saúde Animal
Carregar mais posts